Orgânicos / Permacultura / Saúde

A saúde só tem valor quando está ausente

Refestelado no gramado do jardim aonde moro, observo o céu enquanto imagino o sentido da vida, do universo e tudo mais, parei para refletir sobre a sofisticada frase dita em tempos imemoriais.

“Que o teu remédio seja o teu alimento… Que o teu alimento seja o teu remédio.” Hipócrates

Obviamente a natureza é o primeiro médico e o primeiro remédio. Não foi em vão que Deus proveu a Natureza de forma tão rica, biodiversa e com sua variada flora medicinal. Duas passagens bíblicas corroboram com essa afirmação:

“E Deus disse: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a Terra. E assim foi. E a terra produziu erva, erva dando semente, conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E Deus viu que era bom. (Gn. 1:11,12)”

e

“E o seu fruto servirá de alimento e a sua folha de remédio (Ez. 47:12)”.

Poucas coisas são piores do que o ser humano ter se afastado da natureza. Nunca antes na história da humanidade temos vivido de maneira tão artificial como em nossos atuais dias. É especialmente esta relação perdida que a humanidade tanto precisa para conservar e restaurar sua saúde.

Para falar a verdade, quem deseja ter saúde deve estar em contato com a natureza. No reino das plantas há abundância de virtudes curadoras, próprias para as necessidades do ser humano. Tão perfeita é a natureza, que oferece tudo o que necessitamos justamente porque a vida gira em torno da criação do arquiteto do universo. Embora muitas curas ainda não foram descobertas, as plantas tem o poder de curar todas as doenças.

A doença não é fruto do acaso, mas o resultado infalível de uma causa cultivada.

É por isso que uma boa saúde começa na agricultura, na forma como cultivamos nosso alimento. Cultivar o próprio alimento de modo natural é uma arte que poucos têm condições, e sequer tempo, para explorar. É uma tarefa trivial, mas as oportunidades de satisfação são inúmeras e profundas.

A grande revolução da saúde continua na cozinha, com a escolha em consumir alimentos orgânicos ou naturais. Por exemplo, criar pratos com os alimentos nativos da nossa região reflete em saberes e sabores rudimentares. O melhor exemplo que tenho é das minhas avós e minha mãe que ainda tiveram esse contato com a natureza cultivando sempre o próprio alimento em seus pomares agroflorestais e jardins comestíveis.

Parando um momento para pensar, as nossas escolhas são decisivas para a nossa saúde e das nossas famílias. A  terrível conseqüentemente é a melhoria do meio ambiente. Por exemplo, incorporar hábitos de consumir alimentos saudáveis, ou seja, sem qualquer química no processo de produção pode mudar o rumo das futuras gerações.

Ser capaz de vislumbrar essa complexidade desconsertante requer uma imensa habilidade de consciência.

pessoazinhas_pequenas

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s